Receitas tradicionais

Esta empresa de lanches usa energia solar para pipocar ​​milho

Esta empresa de lanches usa energia solar para pipocar ​​milho


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

A pipoca não OGM contém ingredientes totalmente naturais, sem glúten e vegan

O milho estourado movido a energia solar também foi usado como ingrediente para o sorvete de Jeni como um de seus sabores de verão.

A empresa de pipoca BjornQorn está estabelecendo um precedente na indústria de alimentos ao usar a energia solar como sua principal fonte de energia para a produção de alimentos.

Bjorn Quenemoen, cofundador da empresa, vem de uma família de produtores de milho em Minnesota e queria homenagear isso abrindo um negócio de pipoca, FoodNavigator-USA relatado.

Quenemoen se juntou a seu amigo Jamie O'Shea, que estava desenvolvendo um mecanismo de cozimento movido a energia solar para levar aos países em desenvolvimento. Juntos, eles começaram a vender milho estourado na primavera de 2013.

A empresa utiliza energia solar na forma de pratos e painéis solares.

“Para nossa planta piloto, que ainda está operando no Vale do Hudson, usamos um sistema solar experimental onde temos placas hemisféricas gigantes que instalamos no solo [com] material refletor”, disse Quenemoen ao FoodNavigator-USA. Este método transforma luz em calor e estourou as chaleiras, que são pintadas de preto para ajudar a absorver a luz.

o painéis solares são usados ​​para produzir produtos em maior escala. Devido a um aumento na popularidade da marca e seus recursos de energia renovável, o negócio aumentou cerca de 90 por cento em comparação com as vendas em 2015.

“Não consome muita energia para estourar Pipoca, mas pensamos que o que fazemos como uma empresa de alimentos, utilizando energia solar, pode ser um modelo para outras empresas lá fora ”, disse Quenemoen.


PepsiCo alcançará eletricidade 100% renovável nos EUA

PURCHASE, N.Y., 15 de janeiro de 2020 / PRNewswire / - Alguns dos lanches e bebidas favoritos da América - de Lay's e SunChips a bubly, Gatorade e Pepsi & ndash em breve serão feitos usando eletricidade de fontes renováveis, como eólica e solar. PepsiCo, Inc. (NASDAQ: PEP) anunciou hoje planos para atingir 100% de eletricidade renovável para suas operações diretas nos EUA este ano. Os EUA são o maior mercado da empresa de alimentos e bebidas e respondem por quase metade de seu consumo global de eletricidade.

Os esforços da PepsiCo nos EUA se baseiam em seu progresso global na mudança para eletricidade renovável em todo o mundo. Por exemplo, nove países nas operações diretas europeias da PepsiCo já atendem 100% de sua demanda de eletricidade de fontes renováveis. Além disso, em 2018, 76% das necessidades de eletricidade do negócio PepsiCo Mexico Foods foram entregues por meio de energia eólica.

"Entramos em uma década que será crítica para o futuro da saúde de nosso planeta", disse Ramon Laguarta, presidente e CEO da PepsiCo. "A PepsiCo está buscando eletricidade 100% renovável nos EUA porque a grave ameaça que a mudança climática representa para o mundo exige uma ação mais rápida e ousada de todos nós."

A mudança da PepsiCo para eletricidade renovável nos EUA este ano deve proporcionar uma redução de 20% nas operações diretas de toda a empresa (Escopos 1 e 2) emissões de gases de efeito estufa (GEE) em relação a uma linha de base de 2015. Isso representa uma contribuição significativa para a meta da empresa de reduzir as emissões absolutas de GEE em sua cadeia de valor global em 20% até 2030 em comparação com a linha de base de 2015.

"Como líderes da indústria, temos a responsabilidade de ajudar a estimular o uso de energia renovável nos Estados Unidos, ao mesmo tempo em que encorajamos o tipo de mudança sistêmica que pode construir um sistema alimentar mais sustentável. Este é mais um passo adiante nessa jornada", disse Simon Lowden, Diretor de Sustentabilidade, PepsiCo.

Para atingir 100% de eletricidade renovável, a PepsiCo planeja atingir um portfólio diversificado de soluções. Estes incluem Contratos de Compra de Energia (PPAs) e Contratos de Compra de Energia Virtual (VPPAs), que financiam o desenvolvimento de novos projetos de eletricidade renovável, como parques solares e eólicos, bem como certificados de energia renovável (RECs), que são créditos certificados por terceiros independentes partes que apoiam a geração de eletricidade verde existente a partir de fontes renováveis. Em 2020, o portfólio da PepsiCo contará com mais RECs e, em seguida, passará gradualmente para PPAs e VPPAs até 2025.

Paralelamente a essas medidas, a PepsiCo continua a expandir sua eletricidade renovável local. A empresa instalou recentemente novos painéis solares em sua sede global em Purchase, N.Y., complementando outras instalações de energia solar em todo o país. Isso inclui as instalações da Frito-Lay em Modesto, CA e Casa Grande, AZ, bem como as instalações de bebidas da PepsiCo em Fresno, CA e Tolleson, AZ, entre outras.

Sobre PepsiCo

Os produtos PepsiCo são apreciados pelos consumidores mais de um bilhão de vezes por dia em mais de 200 países e territórios em todo o mundo. A PepsiCo gerou mais de US $ 64 bilhões em receita líquida em 2018, impulsionada por um portfólio de alimentos e bebidas complementares que inclui Frito-Lay, Gatorade, Pepsi-Cola, Quaker e Tropicana. O portfólio de produtos da PepsiCo inclui uma ampla variedade de alimentos e bebidas agradáveis, incluindo 22 marcas que geram mais de US $ 1 bilhão cada uma em vendas anuais estimadas no varejo.

Orientar a PepsiCo é nossa visão de ser o líder global em alimentos e bebidas convenientes vencendo com um propósito. "Vencendo com Propósito" reflete nossa ambição de vencer de forma sustentável no mercado e incorporar propósito a todos os aspectos do negócio. Para obter mais informações, visite www.pepsico.com.

Declaração de advertência

Este comunicado contém declarações que refletem nossas visões sobre nosso desempenho futuro que constituem "declarações prospectivas" de acordo com o significado da Lei de Reforma de Litígios de Títulos Privados de 1995. As declarações prospectivas são geralmente identificadas por meio da inclusão de palavras como "objetivo", "antecipar", "acreditar", "impulsionar", "estimar", "esperar", "objetivo", "pretender", "pode", "planejar", "projeto", "estratégia", "alvo" e "vontade "ou declarações semelhantes ou variações de tais termos e outras expressões semelhantes. As declarações prospectivas envolvem inerentemente riscos e incertezas que podem fazer com que os resultados reais difiram materialmente daqueles previstos em tais declarações, incluindo mudanças na demanda por produtos da PepsiCo, como resultado de mudanças nas preferências do consumidor ou outras mudanças nas leis relacionadas ao uso ou descarte de plásticos ou outras embalagens de produtos da PepsiCo alterações ou não cumprimento de leis e regulamentos aplicáveis ​​ou imposição proposta de impostos novos ou aumentados destinados à imposição de rótulos ou exigências de advertência sobre os produtos da PepsiCo da PepsiCo para competir efetivamente político condições, distúrbios civis ou outros desenvolvimentos e riscos nos mercados onde os produtos da PepsiCo são feitos, fabricados, distribuídos ou vendidos a capacidade de proteger os sistemas de informação contra, ou responder efetivamente a, um incidente de segurança cibernética ou outra interrupção, aumento de custos, interrupção do fornecimento ou escassez de matérias-primas e outros su causa interrupções nos negócios, danos à reputação da PepsiCo ou perda de imagem da marca, ou uma redução significativa nas vendas para, qualquer interrupção do cliente importante no cenário de varejo, incluindo rápido crescimento em lojas de descontos e mudanças climáticas do canal de comércio eletrônico ou escassez de água, ou legal , medidas regulatórias ou de mercado para lidar com as mudanças climáticas ou escassez de água e outros fatores que podem afetar adversamente o preço dos títulos negociados publicamente e o desempenho financeiro da PepsiCo. Para obter informações adicionais sobre esses e outros fatores que podem fazer com que os resultados reais da PepsiCo difiram materialmente daqueles aqui estabelecidos, consulte os arquivos da PepsiCo junto à Securities and Exchange Commission, incluindo seu relatório anual mais recente no Formulário 10-K e relatórios subsequentes nos Formulários 10-Q e 8-K. Os investidores são advertidos a não depositar confiança indevida em tais declarações prospectivas, que valem apenas na data em que são feitas. A PepsiCo não assume nenhuma obrigação de atualizar quaisquer declarações prospectivas, seja como resultado de novas informações, eventos futuros ou de outra forma.


PepsiCo alcançará eletricidade 100% renovável nos EUA

PURCHASE, N.Y., 15 de janeiro de 2020 / PRNewswire / - Alguns dos lanches e bebidas favoritos da América - de Lay's e SunChips a bubly, Gatorade e Pepsi & ndash em breve serão feitos usando eletricidade de fontes renováveis, como eólica e solar. PepsiCo, Inc. (NASDAQ: PEP) anunciou hoje planos para atingir 100% de eletricidade renovável para suas operações diretas nos EUA este ano. Os EUA são o maior mercado da empresa de alimentos e bebidas e respondem por quase metade de seu consumo global de eletricidade.

Os esforços da PepsiCo nos EUA se baseiam em seu progresso global na mudança para eletricidade renovável em todo o mundo. Por exemplo, nove países nas operações diretas europeias da PepsiCo já atendem 100% de sua demanda de eletricidade de fontes renováveis. Além disso, em 2018, 76% das necessidades de eletricidade do negócio PepsiCo Mexico Foods foram entregues por meio de energia eólica.

"Entramos em uma década que será crítica para o futuro da saúde de nosso planeta", disse Ramon Laguarta, presidente e CEO da PepsiCo. "A PepsiCo está buscando eletricidade 100% renovável nos EUA porque a grave ameaça que a mudança climática representa para o mundo exige uma ação mais rápida e ousada de todos nós."

A mudança da PepsiCo para eletricidade renovável nos EUA este ano deve proporcionar uma redução de 20% nas operações diretas de toda a empresa (Escopos 1 e 2) emissões de gases de efeito estufa (GEE) em relação a uma linha de base de 2015. Isso representa uma contribuição significativa para a meta da empresa de reduzir as emissões absolutas de GEE em sua cadeia de valor global em 20% até 2030 em comparação com a linha de base de 2015.

"Como líderes da indústria, temos a responsabilidade de ajudar a estimular o uso de energia renovável nos Estados Unidos, ao mesmo tempo em que encorajamos o tipo de mudança sistêmica que pode construir um sistema alimentar mais sustentável. Este é mais um passo adiante nessa jornada", disse Simon Lowden, Diretor de Sustentabilidade, PepsiCo.

Para atingir 100% de eletricidade renovável, a PepsiCo planeja atingir um portfólio diversificado de soluções. Estes incluem Contratos de Compra de Energia (PPAs) e Contratos de Compra de Energia Virtual (VPPAs), que financiam o desenvolvimento de novos projetos de eletricidade renovável, como parques solares e eólicos, bem como certificados de energia renovável (RECs), que são créditos certificados por terceiros independentes partes que apoiam a geração de eletricidade verde existente a partir de fontes renováveis. Em 2020, o portfólio da PepsiCo contará com mais RECs e, em seguida, passará gradualmente para PPAs e VPPAs até 2025.

Paralelamente a essas medidas, a PepsiCo continua a expandir sua eletricidade renovável local. A empresa instalou recentemente novos painéis solares em sua sede global em Purchase, N.Y., complementando outras instalações de energia solar em todo o país. Isso inclui as instalações da Frito-Lay em Modesto, CA e Casa Grande, AZ, bem como as instalações de bebidas da PepsiCo em Fresno, CA e Tolleson, AZ, entre outras.

Sobre PepsiCo

Os produtos PepsiCo são apreciados pelos consumidores mais de um bilhão de vezes por dia em mais de 200 países e territórios em todo o mundo. A PepsiCo gerou mais de US $ 64 bilhões em receita líquida em 2018, impulsionada por um portfólio de alimentos e bebidas complementares que inclui Frito-Lay, Gatorade, Pepsi-Cola, Quaker e Tropicana. O portfólio de produtos da PepsiCo inclui uma ampla variedade de alimentos e bebidas agradáveis, incluindo 22 marcas que geram mais de US $ 1 bilhão cada uma em vendas anuais estimadas no varejo.

Orientar a PepsiCo é nossa visão de ser o líder global em alimentos e bebidas convenientes, vencendo com um propósito. "Vencendo com Propósito" reflete nossa ambição de vencer de forma sustentável no mercado e incorporar propósito a todos os aspectos do negócio. Para obter mais informações, visite www.pepsico.com.

Declaração de advertência

Este comunicado contém declarações que refletem nossas visões sobre nosso desempenho futuro que constituem "declarações prospectivas" de acordo com o significado da Lei de Reforma de Litígios de Títulos Privados de 1995. As declarações prospectivas são geralmente identificadas por meio da inclusão de palavras como "objetivo", "antecipar", "acreditar", "impulsionar", "estimar", "esperar", "objetivo", "pretender", "pode", "planejar", "projeto", "estratégia", "alvo" e "vontade "ou declarações semelhantes ou variações de tais termos e outras expressões semelhantes. As declarações prospectivas envolvem inerentemente riscos e incertezas que podem fazer com que os resultados reais difiram materialmente daqueles previstos em tais declarações, incluindo mudanças na demanda por produtos da PepsiCo, como resultado de mudanças nas preferências do consumidor ou outras mudanças nas leis relacionadas ao uso ou descarte de plásticos ou outras embalagens de produtos da PepsiCo alterações ou não cumprimento de leis e regulamentos aplicáveis ​​ou imposição proposta de impostos novos ou aumentados visando à imposição de rótulos ou exigências de advertência sobre os produtos da PepsiCo da capacidade da PepsiCo de competir efetivamente político condições, distúrbios civis ou outros desenvolvimentos e riscos nos mercados onde os produtos da PepsiCo são feitos, fabricados, distribuídos ou vendidos a capacidade de proteger os sistemas de informação contra, ou responder efetivamente a, um incidente de segurança cibernética ou outra interrupção, aumento de custos, interrupção do fornecimento ou escassez de matérias-primas e outros su causa interrupções nos negócios, danos à reputação da PepsiCo ou perda de imagem da marca, ou uma redução significativa nas vendas para, qualquer interrupção do cliente importante no cenário de varejo, incluindo rápido crescimento em lojas de descontos e mudanças climáticas do canal de comércio eletrônico ou escassez de água, ou legal , medidas regulatórias ou de mercado para lidar com as mudanças climáticas ou escassez de água e outros fatores que podem afetar adversamente o preço dos títulos negociados publicamente e o desempenho financeiro da PepsiCo. Para obter informações adicionais sobre esses e outros fatores que podem fazer com que os resultados reais da PepsiCo difiram materialmente daqueles aqui estabelecidos, consulte os arquivos da PepsiCo junto à Securities and Exchange Commission, incluindo seu relatório anual mais recente no Formulário 10-K e relatórios subsequentes nos Formulários 10-Q e 8-K. Os investidores são advertidos a não depositar confiança indevida em tais declarações prospectivas, que valem apenas na data em que são feitas. A PepsiCo não assume nenhuma obrigação de atualizar quaisquer declarações prospectivas, seja como resultado de novas informações, eventos futuros ou de outra forma.


PepsiCo alcançará eletricidade 100% renovável nos EUA

PURCHASE, N.Y., 15 de janeiro de 2020 / PRNewswire / - Alguns dos lanches e bebidas favoritos da América - de Lay's e SunChips a bubly, Gatorade e Pepsi & ndash em breve serão feitos usando eletricidade de fontes renováveis, como eólica e solar. PepsiCo, Inc. (NASDAQ: PEP) anunciou hoje planos para atingir 100% de eletricidade renovável para suas operações diretas nos EUA este ano. Os EUA são o maior mercado da empresa de alimentos e bebidas e respondem por quase metade de seu consumo global de eletricidade.

Os esforços da PepsiCo nos EUA se baseiam em seu progresso global na mudança para eletricidade renovável em todo o mundo. Por exemplo, nove países nas operações diretas europeias da PepsiCo já atendem 100% de sua demanda de eletricidade de fontes renováveis. Além disso, em 2018, 76% das necessidades de eletricidade do negócio PepsiCo Mexico Foods foram entregues por meio de energia eólica.

"Entramos em uma década que será crítica para o futuro da saúde de nosso planeta", disse Ramon Laguarta, presidente e CEO da PepsiCo. "A PepsiCo está buscando eletricidade 100% renovável nos EUA porque a grave ameaça que a mudança climática representa para o mundo exige uma ação mais rápida e ousada de todos nós."

A mudança da PepsiCo para eletricidade renovável nos EUA este ano deve entregar uma redução de 20% nas operações diretas de toda a empresa (Escopos 1 e 2) emissões de gases de efeito estufa (GEE) em relação a uma linha de base de 2015. Isso representa uma contribuição significativa para a meta da empresa de reduzir as emissões absolutas de GEE em sua cadeia de valor global em 20% até 2030 em comparação com a linha de base de 2015.

"Como líderes da indústria, temos a responsabilidade de ajudar a estimular o uso de energia renovável nos Estados Unidos, ao mesmo tempo em que encorajamos o tipo de mudança sistêmica que pode construir um sistema alimentar mais sustentável. Este é mais um passo adiante nessa jornada", disse Simon Lowden, Diretor de Sustentabilidade, PepsiCo.

Para atingir 100% de eletricidade renovável, a PepsiCo planeja atingir um portfólio diversificado de soluções. Estes incluem Contratos de Compra de Energia (PPAs) e Contratos de Compra de Energia Virtual (VPPAs), que financiam o desenvolvimento de novos projetos de eletricidade renovável, como parques solares e eólicos, bem como certificados de energia renovável (RECs), que são créditos certificados por terceiros independentes partes que apoiam a geração de eletricidade verde existente a partir de fontes renováveis. Em 2020, o portfólio da PepsiCo contará com mais RECs e, em seguida, passará gradualmente para PPAs e VPPAs até 2025.

Paralelamente a essas medidas, a PepsiCo continua a expandir sua eletricidade renovável local. A empresa instalou recentemente novos painéis solares em sua sede global em Purchase, N.Y., complementando outras instalações de energia solar em todo o país. Isso inclui as instalações da Frito-Lay em Modesto, CA e Casa Grande, AZ, bem como as instalações de bebidas da PepsiCo em Fresno, CA e Tolleson, AZ, entre outras.

Sobre PepsiCo

Os produtos PepsiCo são apreciados pelos consumidores mais de um bilhão de vezes por dia em mais de 200 países e territórios em todo o mundo. A PepsiCo gerou mais de US $ 64 bilhões em receita líquida em 2018, impulsionada por um portfólio de alimentos e bebidas complementares que inclui Frito-Lay, Gatorade, Pepsi-Cola, Quaker e Tropicana. O portfólio de produtos da PepsiCo inclui uma ampla variedade de alimentos e bebidas agradáveis, incluindo 22 marcas que geram mais de US $ 1 bilhão cada uma em vendas anuais estimadas no varejo.

Orientar a PepsiCo é nossa visão de ser o líder global em alimentos e bebidas convenientes vencendo com um propósito. "Vencendo com Propósito" reflete nossa ambição de vencer de forma sustentável no mercado e incorporar propósito a todos os aspectos do negócio. Para obter mais informações, visite www.pepsico.com.

Declaração de advertência

Este comunicado contém declarações que refletem nossas visões sobre nosso desempenho futuro que constituem "declarações prospectivas" dentro do significado da Lei de Reforma de Litígios de Títulos Privados de 1995. As declarações prospectivas são geralmente identificadas por meio da inclusão de palavras como "objetivo", "antecipar", "acreditar", "impulsionar", "estimar", "esperar", "objetivo", "pretender", "pode", "planejar", "projeto", "estratégia", "alvo" e "vontade "ou declarações semelhantes ou variações de tais termos e outras expressões semelhantes. As declarações prospectivas envolvem inerentemente riscos e incertezas que podem fazer com que os resultados reais difiram materialmente daqueles previstos em tais declarações, incluindo mudanças na demanda por produtos da PepsiCo, como resultado de mudanças nas preferências do consumidor ou de outra forma mudanças nas leis relacionadas ao uso ou descarte de plásticos ou outras embalagens de produtos da PepsiCo alterações ou não cumprimento de leis e regulamentos aplicáveis ​​ou imposição proposta de impostos novos ou aumentados visando à imposição de rótulos ou exigências de advertência sobre os produtos da PepsiCo da capacidade da PepsiCo de competir efetivamente político condições, distúrbios civis ou outros desenvolvimentos e riscos nos mercados onde os produtos da PepsiCo são feitos, fabricados, distribuídos ou vendidos a capacidade de proteger os sistemas de informação contra, ou responder efetivamente a, um incidente de segurança cibernética ou outra interrupção, aumento de custos, interrupção do fornecimento ou escassez de matérias-primas e outros su causa interrupções nos negócios, danos à reputação da PepsiCo ou perda de imagem da marca, ou uma redução significativa nas vendas para, qualquer interrupção do cliente importante no cenário de varejo, incluindo rápido crescimento em lojas de descontos e mudanças climáticas do canal de comércio eletrônico ou escassez de água, ou legal , medidas regulatórias ou de mercado para lidar com as mudanças climáticas ou escassez de água e outros fatores que podem afetar adversamente o preço dos títulos negociados publicamente e o desempenho financeiro da PepsiCo. Para obter informações adicionais sobre esses e outros fatores que podem fazer com que os resultados reais da PepsiCo sejam materialmente diferentes daqueles aqui estabelecidos, consulte os arquivos da PepsiCo junto à Securities and Exchange Commission, incluindo seu relatório anual mais recente no Formulário 10-K e relatórios subsequentes nos Formulários 10-Q e 8-K. Os investidores são advertidos a não depositar confiança indevida em tais declarações prospectivas, que valem apenas na data em que são feitas. A PepsiCo não assume nenhuma obrigação de atualizar quaisquer declarações prospectivas, seja como resultado de novas informações, eventos futuros ou de outra forma.


PepsiCo alcançará eletricidade 100% renovável nos EUA

PURCHASE, N.Y., 15 de janeiro de 2020 / PRNewswire / - Alguns dos lanches e bebidas favoritos da América - de Lay's e SunChips a bubly, Gatorade e Pepsi & ndash em breve serão feitos usando eletricidade de fontes renováveis, como eólica e solar. PepsiCo, Inc. (NASDAQ: PEP) anunciou hoje planos para atingir 100% de eletricidade renovável para suas operações diretas nos EUA este ano. Os EUA são o maior mercado da empresa de alimentos e bebidas e respondem por quase metade de seu consumo global de eletricidade.

Os esforços da PepsiCo nos EUA se baseiam em seu progresso global na mudança para eletricidade renovável em todo o mundo. Por exemplo, nove países nas operações diretas europeias da PepsiCo já atendem 100% de sua demanda de eletricidade de fontes renováveis. Além disso, em 2018, 76% das necessidades de eletricidade do negócio PepsiCo Mexico Foods foram entregues por meio de energia eólica.

"Entramos em uma década que será crítica para o futuro da saúde de nosso planeta", disse Ramon Laguarta, presidente e CEO da PepsiCo. "A PepsiCo está buscando eletricidade 100% renovável nos EUA porque a grave ameaça que a mudança climática representa para o mundo exige uma ação mais rápida e ousada de todos nós."

A mudança da PepsiCo para eletricidade renovável nos EUA este ano deve entregar uma redução de 20% nas operações diretas de toda a empresa (Escopos 1 e 2) emissões de gases de efeito estufa (GEE) em relação a uma linha de base de 2015. Isso representa uma contribuição significativa para a meta da empresa de reduzir as emissões absolutas de GEE em sua cadeia de valor global em 20% até 2030 em comparação com a linha de base de 2015.

"Como líderes da indústria, temos a responsabilidade de ajudar a estimular o uso de energia renovável nos EUA, ao mesmo tempo em que encorajamos o tipo de mudança sistêmica que pode construir um sistema alimentar mais sustentável. Este é mais um passo adiante nessa jornada", disse Simon Lowden, Diretor de Sustentabilidade, PepsiCo.

Para atingir 100% de eletricidade renovável, a PepsiCo planeja atingir um portfólio diversificado de soluções. Estes incluem Contratos de Compra de Energia (PPAs) e Contratos de Compra de Energia Virtual (VPPAs), que financiam o desenvolvimento de novos projetos de eletricidade renovável, como parques solares e eólicos, bem como certificados de energia renovável (RECs), que são créditos certificados por terceiros independentes partes que apoiam a geração de eletricidade verde existente a partir de fontes renováveis. Em 2020, o portfólio da PepsiCo contará com mais RECs e, em seguida, passará gradualmente para PPAs e VPPAs até 2025.

Paralelamente a essas medidas, a PepsiCo continua a expandir sua eletricidade renovável local. A empresa instalou recentemente novos painéis solares em sua sede global em Purchase, N.Y., complementando outras instalações de energia solar em todo o país. Isso inclui as instalações da Frito-Lay em Modesto, CA e Casa Grande, AZ, bem como as instalações de bebidas da PepsiCo em Fresno, CA e Tolleson, AZ, entre outras.

Sobre PepsiCo

Os produtos PepsiCo são apreciados pelos consumidores mais de um bilhão de vezes por dia em mais de 200 países e territórios em todo o mundo. A PepsiCo gerou mais de US $ 64 bilhões em receita líquida em 2018, impulsionada por um portfólio de alimentos e bebidas complementares que inclui Frito-Lay, Gatorade, Pepsi-Cola, Quaker e Tropicana. O portfólio de produtos da PepsiCo inclui uma ampla variedade de alimentos e bebidas agradáveis, incluindo 22 marcas que geram mais de US $ 1 bilhão cada uma em vendas anuais estimadas no varejo.

Orientar a PepsiCo é nossa visão de ser o líder global em alimentos e bebidas convenientes vencendo com um propósito. "Vencendo com Propósito" reflete nossa ambição de vencer de forma sustentável no mercado e incorporar propósito a todos os aspectos do negócio. Para obter mais informações, visite www.pepsico.com.

Declaração de advertência

Este comunicado contém declarações que refletem nossas visões sobre nosso desempenho futuro que constituem "declarações prospectivas" dentro do significado da Lei de Reforma de Litígios de Títulos Privados de 1995. As declarações prospectivas são geralmente identificadas por meio da inclusão de palavras como "objetivo", "antecipar", "acreditar", "impulsionar", "estimar", "esperar", "objetivo", "pretender", "pode", "planejar", "projeto", "estratégia", "alvo" e "vontade "ou declarações semelhantes ou variações de tais termos e outras expressões semelhantes. As declarações prospectivas envolvem inerentemente riscos e incertezas que podem fazer com que os resultados reais difiram materialmente daqueles previstos em tais declarações, incluindo mudanças na demanda por produtos da PepsiCo, como resultado de mudanças nas preferências do consumidor ou outras mudanças nas leis relacionadas ao uso ou descarte de plásticos ou outras embalagens de produtos da PepsiCo alterações ou não cumprimento de leis e regulamentos aplicáveis ​​ou imposição proposta de impostos novos ou aumentados destinados à imposição de rótulos ou exigências de advertência sobre os produtos da PepsiCo da PepsiCo para competir efetivamente político condições, distúrbios civis ou outros desenvolvimentos e riscos nos mercados onde os produtos da PepsiCo são feitos, fabricados, distribuídos ou vendidos a capacidade de proteger os sistemas de informação contra, ou responder efetivamente a, um incidente de segurança cibernética ou outra interrupção, aumento de custos, interrupção do fornecimento ou escassez de matérias-primas e outros su causa interrupções nos negócios, danos à reputação da PepsiCo ou perda de imagem da marca, ou uma redução significativa nas vendas para, qualquer interrupção do cliente importante no cenário de varejo, incluindo rápido crescimento em lojas de descontos e mudanças climáticas do canal de comércio eletrônico ou escassez de água, ou legal , medidas regulatórias ou de mercado para lidar com as mudanças climáticas ou escassez de água e outros fatores que podem afetar adversamente o preço dos títulos negociados publicamente e o desempenho financeiro da PepsiCo. Para obter informações adicionais sobre esses e outros fatores que podem fazer com que os resultados reais da PepsiCo sejam materialmente diferentes daqueles aqui estabelecidos, consulte os arquivos da PepsiCo junto à Securities and Exchange Commission, incluindo seu relatório anual mais recente no Formulário 10-K e relatórios subsequentes nos Formulários 10-Q e 8-K. Os investidores são advertidos a não depositar confiança indevida em tais declarações prospectivas, que valem apenas na data em que são feitas. A PepsiCo não assume nenhuma obrigação de atualizar quaisquer declarações prospectivas, seja como resultado de novas informações, eventos futuros ou de outra forma.


PepsiCo alcançará eletricidade 100% renovável nos EUA

PURCHASE, N.Y., 15 de janeiro de 2020 / PRNewswire / - Alguns dos lanches e bebidas favoritos da América - de Lay's e SunChips a bubly, Gatorade e Pepsi & ndash em breve serão feitos usando eletricidade de fontes renováveis, como eólica e solar. PepsiCo, Inc. (NASDAQ: PEP) anunciou hoje planos para atingir 100% de eletricidade renovável para suas operações diretas nos EUA este ano. Os EUA são o maior mercado da empresa de alimentos e bebidas e respondem por quase metade de seu consumo global de eletricidade.

Os esforços da PepsiCo nos EUA se baseiam em seu progresso global na mudança para eletricidade renovável em todo o mundo. Por exemplo, nove países nas operações diretas europeias da PepsiCo já atendem 100% de sua demanda de eletricidade de fontes renováveis. Além disso, em 2018, 76% das necessidades de eletricidade do negócio PepsiCo Mexico Foods foram entregues por meio de energia eólica.

"Entramos em uma década que será crítica para o futuro da saúde de nosso planeta", disse Ramon Laguarta, presidente e CEO da PepsiCo. "A PepsiCo está buscando eletricidade 100% renovável nos EUA porque a grave ameaça que a mudança climática representa para o mundo exige uma ação mais rápida e ousada de todos nós."

A mudança da PepsiCo para eletricidade renovável nos EUA este ano deve entregar uma redução de 20% nas operações diretas de toda a empresa (Escopos 1 e 2) emissões de gases de efeito estufa (GEE) em relação a uma linha de base de 2015. Isso representa uma contribuição significativa para a meta da empresa de reduzir as emissões absolutas de GEE em sua cadeia de valor global em 20% até 2030 em comparação com a linha de base de 2015.

"Como líderes do setor, temos a responsabilidade de ajudar a estimular o uso de energia renovável nos Estados Unidos, ao mesmo tempo em que encorajamos o tipo de mudança sistêmica que pode construir um sistema alimentar mais sustentável. Este é mais um passo adiante nessa jornada", disse Simon Lowden, Diretor de Sustentabilidade, PepsiCo.

Para atingir 100% de eletricidade renovável, a PepsiCo planeja atingir um portfólio diversificado de soluções. Estes incluem Contratos de Compra de Energia (PPAs) e Contratos de Compra de Energia Virtual (VPPAs), que financiam o desenvolvimento de novos projetos de eletricidade renovável, como parques solares e eólicos, bem como certificados de energia renovável (RECs), que são créditos certificados por terceiros independentes partes que apoiam a geração de eletricidade verde existente a partir de fontes renováveis. Em 2020, o portfólio da PepsiCo contará com mais RECs e, em seguida, passará gradualmente para PPAs e VPPAs até 2025.

Paralelamente a essas medidas, a PepsiCo continua a expandir sua eletricidade renovável local. A empresa instalou recentemente novos painéis solares em sua sede global em Purchase, N.Y., complementando outras instalações de energia solar em todo o país. Isso inclui as instalações da Frito-Lay em Modesto, CA e Casa Grande, AZ, bem como as instalações de bebidas da PepsiCo em Fresno, CA e Tolleson, AZ, entre outras.

Sobre PepsiCo

Os produtos PepsiCo são apreciados pelos consumidores mais de um bilhão de vezes por dia em mais de 200 países e territórios em todo o mundo. PepsiCo generated more than $64 billion in net revenue in 2018, driven by a complementary food and beverage portfolio that includes Frito-Lay, Gatorade, Pepsi-Cola, Quaker, and Tropicana. PepsiCo's product portfolio includes a wide range of enjoyable foods and beverages, including 22 brands that generate more than $1 billion each in estimated annual retail sales.

Guiding PepsiCo is our vision to Be the Global Leader in Convenient Foods and Beverages by Winning with Purpose. "Winning with Purpose" reflects our ambition to win sustainably in the marketplace and embed purpose into all aspects of the business. For more information, visit www.pepsico.com.

Cautionary Statement

This release contains statements reflecting our views about our future performance that constitute "forward-looking statements" within the meaning of the Private Securities Litigation Reform Act of 1995. Forward-looking statements are generally identified through the inclusion of words such as "aim," "anticipate," "believe," "drive," "estimate," "expect," "goal," "intend," "may," "plan," "project," "strategy," "target" and "will" or similar statements or variations of such terms and other similar expressions. Forward-looking statements inherently involve risks and uncertainties that could cause actual results to differ materially from those predicted in such statements, including changes in demand for PepsiCo's products, as a result of changes in consumer preferences or otherwise changes in laws related to the use or disposal of plastics or other packaging of PepsiCo's products changes in, or failure to comply with, applicable laws and regulations imposition or proposed imposition of new or increased taxes aimed at PepsiCo's products imposition of labeling or warning requirements on PepsiCo's products PepsiCo's ability to compete effectively political conditions, civil unrest or other developments and risks in the markets where PepsiCo's products are made, manufactured, distributed or sold the ability to protect information systems against, or effectively respond to, a cybersecurity incident or other disruption increased costs, disruption of supply or shortages of raw materials and other supplies business disruptions damage to PepsiCo's reputation or brand image loss of, or a significant reduction in sales to, any key customer disruption to the retail landscape, including rapid growth in hard discounters and the e-commerce channel climate change or water scarcity, or legal, regulatory or market measures to address climate change or water scarcity and other factors that may adversely affect the price of PepsiCo's publicly traded securities and financial performance. For additional information on these and other factors that could cause PepsiCo's actual results to materially differ from those set forth herein, please see PepsiCo's filings with the Securities and Exchange Commission, including its most recent annual report on Form 10-K and subsequent reports on Forms 10-Q and 8-K. Investors are cautioned not to place undue reliance on any such forward-looking statements, which speak only as of the date they are made. PepsiCo undertakes no obligation to update any forward-looking statements, whether as a result of new information, future events or otherwise.


PepsiCo To Achieve 100% Renewable Electricity In The U.S.

PURCHASE, N.Y. , Jan. 15, 2020 /PRNewswire/ -- Some of America's favorite snacks and beverages &ndash from Lay's and SunChips to bubly, Gatorade and Pepsi &ndash will soon be made using electricity from renewable sources, such as wind and solar. PepsiCo, Inc. (NASDAQ:PEP) today announced plans to achieve 100% renewable electricity for its U.S. direct operations this year. The U.S. is the food and beverage company's largest market and accounts for nearly half of its total global electricity consumption.

PepsiCo's efforts in the U.S. build upon its global progress in switching to renewable electricity around the world. For example, nine countries in PepsiCo's European direct operations already meet 100% of their electricity demand from renewable sources. Additionally, in 2018, 76% of the electricity needs of the PepsiCo Mexico Foods business were delivered via wind energy.

"We have entered a decade that will be critical for the future of our planet's health," said Ramon Laguarta , Chairman and Chief Executive Officer, PepsiCo. "PepsiCo is pursuing 100% renewable electricity in the U.S. because the severe threat that climate change poses to the world demands faster and bolder action from all of us."

PepsiCo's shift to renewable electricity in the U.S. this year is expected to deliver a 20% reduction in company-wide direct operations (Scopes 1 and 2) greenhouse gas (GHG) emissions relative to a 2015 baseline. This represents a significant contribution to the company's goal of reducing absolute GHG emissions across its global value chain by 20% by 2030 against a 2015 baseline.

"As an industry leader, we have a responsibility to help spur the use of renewable energy in the U.S., while encouraging the kind of systemic change that can build a more sustainable food system. This is another step forward in that journey," said Simon Lowden , Chief Sustainability Officer, PepsiCo.

To achieve 100% renewable electricity, PepsiCo plans to target a diversified portfolio of solutions. These include Power Purchase Agreements (PPAs) and Virtual Power Purchase Agreements (VPPAs), which finance the development of new renewable electricity projects such as solar and wind farms, as well as renewable energy certificates (RECs), which are credits certified by independent third parties that support existing green electricity generation from renewable sources. In 2020, PepsiCo's portfolio will feature more RECs, then will gradually move toward PPAs and VPPAs by 2025.

Alongside these measures, PepsiCo continues to expand its onsite renewable electricity. The company recently installed new solar panels at its global headquarters in Purchase, N.Y. , complementing other solar energy installations throughout the country. These include Frito-Lay facilities in Modesto, CA and Casa Grande, AZ , as well as PepsiCo beverage facilities in Fresno, CA and Tolleson, AZ , among others.

About PepsiCo

PepsiCo products are enjoyed by consumers more than one billion times a day in more than 200 countries and territories around the world. PepsiCo generated more than $64 billion in net revenue in 2018, driven by a complementary food and beverage portfolio that includes Frito-Lay, Gatorade, Pepsi-Cola, Quaker, and Tropicana. PepsiCo's product portfolio includes a wide range of enjoyable foods and beverages, including 22 brands that generate more than $1 billion each in estimated annual retail sales.

Guiding PepsiCo is our vision to Be the Global Leader in Convenient Foods and Beverages by Winning with Purpose. "Winning with Purpose" reflects our ambition to win sustainably in the marketplace and embed purpose into all aspects of the business. For more information, visit www.pepsico.com.

Cautionary Statement

This release contains statements reflecting our views about our future performance that constitute "forward-looking statements" within the meaning of the Private Securities Litigation Reform Act of 1995. Forward-looking statements are generally identified through the inclusion of words such as "aim," "anticipate," "believe," "drive," "estimate," "expect," "goal," "intend," "may," "plan," "project," "strategy," "target" and "will" or similar statements or variations of such terms and other similar expressions. Forward-looking statements inherently involve risks and uncertainties that could cause actual results to differ materially from those predicted in such statements, including changes in demand for PepsiCo's products, as a result of changes in consumer preferences or otherwise changes in laws related to the use or disposal of plastics or other packaging of PepsiCo's products changes in, or failure to comply with, applicable laws and regulations imposition or proposed imposition of new or increased taxes aimed at PepsiCo's products imposition of labeling or warning requirements on PepsiCo's products PepsiCo's ability to compete effectively political conditions, civil unrest or other developments and risks in the markets where PepsiCo's products are made, manufactured, distributed or sold the ability to protect information systems against, or effectively respond to, a cybersecurity incident or other disruption increased costs, disruption of supply or shortages of raw materials and other supplies business disruptions damage to PepsiCo's reputation or brand image loss of, or a significant reduction in sales to, any key customer disruption to the retail landscape, including rapid growth in hard discounters and the e-commerce channel climate change or water scarcity, or legal, regulatory or market measures to address climate change or water scarcity and other factors that may adversely affect the price of PepsiCo's publicly traded securities and financial performance. For additional information on these and other factors that could cause PepsiCo's actual results to materially differ from those set forth herein, please see PepsiCo's filings with the Securities and Exchange Commission, including its most recent annual report on Form 10-K and subsequent reports on Forms 10-Q and 8-K. Investors are cautioned not to place undue reliance on any such forward-looking statements, which speak only as of the date they are made. PepsiCo undertakes no obligation to update any forward-looking statements, whether as a result of new information, future events or otherwise.


PepsiCo To Achieve 100% Renewable Electricity In The U.S.

PURCHASE, N.Y. , Jan. 15, 2020 /PRNewswire/ -- Some of America's favorite snacks and beverages &ndash from Lay's and SunChips to bubly, Gatorade and Pepsi &ndash will soon be made using electricity from renewable sources, such as wind and solar. PepsiCo, Inc. (NASDAQ:PEP) today announced plans to achieve 100% renewable electricity for its U.S. direct operations this year. The U.S. is the food and beverage company's largest market and accounts for nearly half of its total global electricity consumption.

PepsiCo's efforts in the U.S. build upon its global progress in switching to renewable electricity around the world. For example, nine countries in PepsiCo's European direct operations already meet 100% of their electricity demand from renewable sources. Additionally, in 2018, 76% of the electricity needs of the PepsiCo Mexico Foods business were delivered via wind energy.

"We have entered a decade that will be critical for the future of our planet's health," said Ramon Laguarta , Chairman and Chief Executive Officer, PepsiCo. "PepsiCo is pursuing 100% renewable electricity in the U.S. because the severe threat that climate change poses to the world demands faster and bolder action from all of us."

PepsiCo's shift to renewable electricity in the U.S. this year is expected to deliver a 20% reduction in company-wide direct operations (Scopes 1 and 2) greenhouse gas (GHG) emissions relative to a 2015 baseline. This represents a significant contribution to the company's goal of reducing absolute GHG emissions across its global value chain by 20% by 2030 against a 2015 baseline.

"As an industry leader, we have a responsibility to help spur the use of renewable energy in the U.S., while encouraging the kind of systemic change that can build a more sustainable food system. This is another step forward in that journey," said Simon Lowden , Chief Sustainability Officer, PepsiCo.

To achieve 100% renewable electricity, PepsiCo plans to target a diversified portfolio of solutions. These include Power Purchase Agreements (PPAs) and Virtual Power Purchase Agreements (VPPAs), which finance the development of new renewable electricity projects such as solar and wind farms, as well as renewable energy certificates (RECs), which are credits certified by independent third parties that support existing green electricity generation from renewable sources. In 2020, PepsiCo's portfolio will feature more RECs, then will gradually move toward PPAs and VPPAs by 2025.

Alongside these measures, PepsiCo continues to expand its onsite renewable electricity. The company recently installed new solar panels at its global headquarters in Purchase, N.Y. , complementing other solar energy installations throughout the country. These include Frito-Lay facilities in Modesto, CA and Casa Grande, AZ , as well as PepsiCo beverage facilities in Fresno, CA and Tolleson, AZ , among others.

About PepsiCo

PepsiCo products are enjoyed by consumers more than one billion times a day in more than 200 countries and territories around the world. PepsiCo generated more than $64 billion in net revenue in 2018, driven by a complementary food and beverage portfolio that includes Frito-Lay, Gatorade, Pepsi-Cola, Quaker, and Tropicana. PepsiCo's product portfolio includes a wide range of enjoyable foods and beverages, including 22 brands that generate more than $1 billion each in estimated annual retail sales.

Guiding PepsiCo is our vision to Be the Global Leader in Convenient Foods and Beverages by Winning with Purpose. "Winning with Purpose" reflects our ambition to win sustainably in the marketplace and embed purpose into all aspects of the business. For more information, visit www.pepsico.com.

Cautionary Statement

This release contains statements reflecting our views about our future performance that constitute "forward-looking statements" within the meaning of the Private Securities Litigation Reform Act of 1995. Forward-looking statements are generally identified through the inclusion of words such as "aim," "anticipate," "believe," "drive," "estimate," "expect," "goal," "intend," "may," "plan," "project," "strategy," "target" and "will" or similar statements or variations of such terms and other similar expressions. Forward-looking statements inherently involve risks and uncertainties that could cause actual results to differ materially from those predicted in such statements, including changes in demand for PepsiCo's products, as a result of changes in consumer preferences or otherwise changes in laws related to the use or disposal of plastics or other packaging of PepsiCo's products changes in, or failure to comply with, applicable laws and regulations imposition or proposed imposition of new or increased taxes aimed at PepsiCo's products imposition of labeling or warning requirements on PepsiCo's products PepsiCo's ability to compete effectively political conditions, civil unrest or other developments and risks in the markets where PepsiCo's products are made, manufactured, distributed or sold the ability to protect information systems against, or effectively respond to, a cybersecurity incident or other disruption increased costs, disruption of supply or shortages of raw materials and other supplies business disruptions damage to PepsiCo's reputation or brand image loss of, or a significant reduction in sales to, any key customer disruption to the retail landscape, including rapid growth in hard discounters and the e-commerce channel climate change or water scarcity, or legal, regulatory or market measures to address climate change or water scarcity and other factors that may adversely affect the price of PepsiCo's publicly traded securities and financial performance. For additional information on these and other factors that could cause PepsiCo's actual results to materially differ from those set forth herein, please see PepsiCo's filings with the Securities and Exchange Commission, including its most recent annual report on Form 10-K and subsequent reports on Forms 10-Q and 8-K. Investors are cautioned not to place undue reliance on any such forward-looking statements, which speak only as of the date they are made. PepsiCo undertakes no obligation to update any forward-looking statements, whether as a result of new information, future events or otherwise.


PepsiCo To Achieve 100% Renewable Electricity In The U.S.

PURCHASE, N.Y. , Jan. 15, 2020 /PRNewswire/ -- Some of America's favorite snacks and beverages &ndash from Lay's and SunChips to bubly, Gatorade and Pepsi &ndash will soon be made using electricity from renewable sources, such as wind and solar. PepsiCo, Inc. (NASDAQ:PEP) today announced plans to achieve 100% renewable electricity for its U.S. direct operations this year. The U.S. is the food and beverage company's largest market and accounts for nearly half of its total global electricity consumption.

PepsiCo's efforts in the U.S. build upon its global progress in switching to renewable electricity around the world. For example, nine countries in PepsiCo's European direct operations already meet 100% of their electricity demand from renewable sources. Additionally, in 2018, 76% of the electricity needs of the PepsiCo Mexico Foods business were delivered via wind energy.

"We have entered a decade that will be critical for the future of our planet's health," said Ramon Laguarta , Chairman and Chief Executive Officer, PepsiCo. "PepsiCo is pursuing 100% renewable electricity in the U.S. because the severe threat that climate change poses to the world demands faster and bolder action from all of us."

PepsiCo's shift to renewable electricity in the U.S. this year is expected to deliver a 20% reduction in company-wide direct operations (Scopes 1 and 2) greenhouse gas (GHG) emissions relative to a 2015 baseline. This represents a significant contribution to the company's goal of reducing absolute GHG emissions across its global value chain by 20% by 2030 against a 2015 baseline.

"As an industry leader, we have a responsibility to help spur the use of renewable energy in the U.S., while encouraging the kind of systemic change that can build a more sustainable food system. This is another step forward in that journey," said Simon Lowden , Chief Sustainability Officer, PepsiCo.

To achieve 100% renewable electricity, PepsiCo plans to target a diversified portfolio of solutions. These include Power Purchase Agreements (PPAs) and Virtual Power Purchase Agreements (VPPAs), which finance the development of new renewable electricity projects such as solar and wind farms, as well as renewable energy certificates (RECs), which are credits certified by independent third parties that support existing green electricity generation from renewable sources. In 2020, PepsiCo's portfolio will feature more RECs, then will gradually move toward PPAs and VPPAs by 2025.

Alongside these measures, PepsiCo continues to expand its onsite renewable electricity. The company recently installed new solar panels at its global headquarters in Purchase, N.Y. , complementing other solar energy installations throughout the country. These include Frito-Lay facilities in Modesto, CA and Casa Grande, AZ , as well as PepsiCo beverage facilities in Fresno, CA and Tolleson, AZ , among others.

About PepsiCo

PepsiCo products are enjoyed by consumers more than one billion times a day in more than 200 countries and territories around the world. PepsiCo generated more than $64 billion in net revenue in 2018, driven by a complementary food and beverage portfolio that includes Frito-Lay, Gatorade, Pepsi-Cola, Quaker, and Tropicana. PepsiCo's product portfolio includes a wide range of enjoyable foods and beverages, including 22 brands that generate more than $1 billion each in estimated annual retail sales.

Guiding PepsiCo is our vision to Be the Global Leader in Convenient Foods and Beverages by Winning with Purpose. "Winning with Purpose" reflects our ambition to win sustainably in the marketplace and embed purpose into all aspects of the business. For more information, visit www.pepsico.com.

Cautionary Statement

This release contains statements reflecting our views about our future performance that constitute "forward-looking statements" within the meaning of the Private Securities Litigation Reform Act of 1995. Forward-looking statements are generally identified through the inclusion of words such as "aim," "anticipate," "believe," "drive," "estimate," "expect," "goal," "intend," "may," "plan," "project," "strategy," "target" and "will" or similar statements or variations of such terms and other similar expressions. Forward-looking statements inherently involve risks and uncertainties that could cause actual results to differ materially from those predicted in such statements, including changes in demand for PepsiCo's products, as a result of changes in consumer preferences or otherwise changes in laws related to the use or disposal of plastics or other packaging of PepsiCo's products changes in, or failure to comply with, applicable laws and regulations imposition or proposed imposition of new or increased taxes aimed at PepsiCo's products imposition of labeling or warning requirements on PepsiCo's products PepsiCo's ability to compete effectively political conditions, civil unrest or other developments and risks in the markets where PepsiCo's products are made, manufactured, distributed or sold the ability to protect information systems against, or effectively respond to, a cybersecurity incident or other disruption increased costs, disruption of supply or shortages of raw materials and other supplies business disruptions damage to PepsiCo's reputation or brand image loss of, or a significant reduction in sales to, any key customer disruption to the retail landscape, including rapid growth in hard discounters and the e-commerce channel climate change or water scarcity, or legal, regulatory or market measures to address climate change or water scarcity and other factors that may adversely affect the price of PepsiCo's publicly traded securities and financial performance. For additional information on these and other factors that could cause PepsiCo's actual results to materially differ from those set forth herein, please see PepsiCo's filings with the Securities and Exchange Commission, including its most recent annual report on Form 10-K and subsequent reports on Forms 10-Q and 8-K. Investors are cautioned not to place undue reliance on any such forward-looking statements, which speak only as of the date they are made. PepsiCo undertakes no obligation to update any forward-looking statements, whether as a result of new information, future events or otherwise.


PepsiCo To Achieve 100% Renewable Electricity In The U.S.

PURCHASE, N.Y. , Jan. 15, 2020 /PRNewswire/ -- Some of America's favorite snacks and beverages &ndash from Lay's and SunChips to bubly, Gatorade and Pepsi &ndash will soon be made using electricity from renewable sources, such as wind and solar. PepsiCo, Inc. (NASDAQ:PEP) today announced plans to achieve 100% renewable electricity for its U.S. direct operations this year. The U.S. is the food and beverage company's largest market and accounts for nearly half of its total global electricity consumption.

PepsiCo's efforts in the U.S. build upon its global progress in switching to renewable electricity around the world. For example, nine countries in PepsiCo's European direct operations already meet 100% of their electricity demand from renewable sources. Additionally, in 2018, 76% of the electricity needs of the PepsiCo Mexico Foods business were delivered via wind energy.

"We have entered a decade that will be critical for the future of our planet's health," said Ramon Laguarta , Chairman and Chief Executive Officer, PepsiCo. "PepsiCo is pursuing 100% renewable electricity in the U.S. because the severe threat that climate change poses to the world demands faster and bolder action from all of us."

PepsiCo's shift to renewable electricity in the U.S. this year is expected to deliver a 20% reduction in company-wide direct operations (Scopes 1 and 2) greenhouse gas (GHG) emissions relative to a 2015 baseline. This represents a significant contribution to the company's goal of reducing absolute GHG emissions across its global value chain by 20% by 2030 against a 2015 baseline.

"As an industry leader, we have a responsibility to help spur the use of renewable energy in the U.S., while encouraging the kind of systemic change that can build a more sustainable food system. This is another step forward in that journey," said Simon Lowden , Chief Sustainability Officer, PepsiCo.

To achieve 100% renewable electricity, PepsiCo plans to target a diversified portfolio of solutions. These include Power Purchase Agreements (PPAs) and Virtual Power Purchase Agreements (VPPAs), which finance the development of new renewable electricity projects such as solar and wind farms, as well as renewable energy certificates (RECs), which are credits certified by independent third parties that support existing green electricity generation from renewable sources. In 2020, PepsiCo's portfolio will feature more RECs, then will gradually move toward PPAs and VPPAs by 2025.

Alongside these measures, PepsiCo continues to expand its onsite renewable electricity. The company recently installed new solar panels at its global headquarters in Purchase, N.Y. , complementing other solar energy installations throughout the country. These include Frito-Lay facilities in Modesto, CA and Casa Grande, AZ , as well as PepsiCo beverage facilities in Fresno, CA and Tolleson, AZ , among others.

About PepsiCo

PepsiCo products are enjoyed by consumers more than one billion times a day in more than 200 countries and territories around the world. PepsiCo generated more than $64 billion in net revenue in 2018, driven by a complementary food and beverage portfolio that includes Frito-Lay, Gatorade, Pepsi-Cola, Quaker, and Tropicana. PepsiCo's product portfolio includes a wide range of enjoyable foods and beverages, including 22 brands that generate more than $1 billion each in estimated annual retail sales.

Guiding PepsiCo is our vision to Be the Global Leader in Convenient Foods and Beverages by Winning with Purpose. "Winning with Purpose" reflects our ambition to win sustainably in the marketplace and embed purpose into all aspects of the business. For more information, visit www.pepsico.com.

Cautionary Statement

This release contains statements reflecting our views about our future performance that constitute "forward-looking statements" within the meaning of the Private Securities Litigation Reform Act of 1995. Forward-looking statements are generally identified through the inclusion of words such as "aim," "anticipate," "believe," "drive," "estimate," "expect," "goal," "intend," "may," "plan," "project," "strategy," "target" and "will" or similar statements or variations of such terms and other similar expressions. Forward-looking statements inherently involve risks and uncertainties that could cause actual results to differ materially from those predicted in such statements, including changes in demand for PepsiCo's products, as a result of changes in consumer preferences or otherwise changes in laws related to the use or disposal of plastics or other packaging of PepsiCo's products changes in, or failure to comply with, applicable laws and regulations imposition or proposed imposition of new or increased taxes aimed at PepsiCo's products imposition of labeling or warning requirements on PepsiCo's products PepsiCo's ability to compete effectively political conditions, civil unrest or other developments and risks in the markets where PepsiCo's products are made, manufactured, distributed or sold the ability to protect information systems against, or effectively respond to, a cybersecurity incident or other disruption increased costs, disruption of supply or shortages of raw materials and other supplies business disruptions damage to PepsiCo's reputation or brand image loss of, or a significant reduction in sales to, any key customer disruption to the retail landscape, including rapid growth in hard discounters and the e-commerce channel climate change or water scarcity, or legal, regulatory or market measures to address climate change or water scarcity and other factors that may adversely affect the price of PepsiCo's publicly traded securities and financial performance. For additional information on these and other factors that could cause PepsiCo's actual results to materially differ from those set forth herein, please see PepsiCo's filings with the Securities and Exchange Commission, including its most recent annual report on Form 10-K and subsequent reports on Forms 10-Q and 8-K. Investors are cautioned not to place undue reliance on any such forward-looking statements, which speak only as of the date they are made. PepsiCo undertakes no obligation to update any forward-looking statements, whether as a result of new information, future events or otherwise.


PepsiCo To Achieve 100% Renewable Electricity In The U.S.

PURCHASE, N.Y. , Jan. 15, 2020 /PRNewswire/ -- Some of America's favorite snacks and beverages &ndash from Lay's and SunChips to bubly, Gatorade and Pepsi &ndash will soon be made using electricity from renewable sources, such as wind and solar. PepsiCo, Inc. (NASDAQ:PEP) today announced plans to achieve 100% renewable electricity for its U.S. direct operations this year. The U.S. is the food and beverage company's largest market and accounts for nearly half of its total global electricity consumption.

PepsiCo's efforts in the U.S. build upon its global progress in switching to renewable electricity around the world. For example, nine countries in PepsiCo's European direct operations already meet 100% of their electricity demand from renewable sources. Additionally, in 2018, 76% of the electricity needs of the PepsiCo Mexico Foods business were delivered via wind energy.

"We have entered a decade that will be critical for the future of our planet's health," said Ramon Laguarta , Chairman and Chief Executive Officer, PepsiCo. "PepsiCo is pursuing 100% renewable electricity in the U.S. because the severe threat that climate change poses to the world demands faster and bolder action from all of us."

PepsiCo's shift to renewable electricity in the U.S. this year is expected to deliver a 20% reduction in company-wide direct operations (Scopes 1 and 2) greenhouse gas (GHG) emissions relative to a 2015 baseline. This represents a significant contribution to the company's goal of reducing absolute GHG emissions across its global value chain by 20% by 2030 against a 2015 baseline.

"As an industry leader, we have a responsibility to help spur the use of renewable energy in the U.S., while encouraging the kind of systemic change that can build a more sustainable food system. This is another step forward in that journey," said Simon Lowden , Chief Sustainability Officer, PepsiCo.

To achieve 100% renewable electricity, PepsiCo plans to target a diversified portfolio of solutions. These include Power Purchase Agreements (PPAs) and Virtual Power Purchase Agreements (VPPAs), which finance the development of new renewable electricity projects such as solar and wind farms, as well as renewable energy certificates (RECs), which are credits certified by independent third parties that support existing green electricity generation from renewable sources. In 2020, PepsiCo's portfolio will feature more RECs, then will gradually move toward PPAs and VPPAs by 2025.

Alongside these measures, PepsiCo continues to expand its onsite renewable electricity. The company recently installed new solar panels at its global headquarters in Purchase, N.Y. , complementing other solar energy installations throughout the country. These include Frito-Lay facilities in Modesto, CA and Casa Grande, AZ , as well as PepsiCo beverage facilities in Fresno, CA and Tolleson, AZ , among others.

About PepsiCo

PepsiCo products are enjoyed by consumers more than one billion times a day in more than 200 countries and territories around the world. PepsiCo generated more than $64 billion in net revenue in 2018, driven by a complementary food and beverage portfolio that includes Frito-Lay, Gatorade, Pepsi-Cola, Quaker, and Tropicana. PepsiCo's product portfolio includes a wide range of enjoyable foods and beverages, including 22 brands that generate more than $1 billion each in estimated annual retail sales.

Guiding PepsiCo is our vision to Be the Global Leader in Convenient Foods and Beverages by Winning with Purpose. "Winning with Purpose" reflects our ambition to win sustainably in the marketplace and embed purpose into all aspects of the business. For more information, visit www.pepsico.com.

Cautionary Statement

This release contains statements reflecting our views about our future performance that constitute "forward-looking statements" within the meaning of the Private Securities Litigation Reform Act of 1995. Forward-looking statements are generally identified through the inclusion of words such as "aim," "anticipate," "believe," "drive," "estimate," "expect," "goal," "intend," "may," "plan," "project," "strategy," "target" and "will" or similar statements or variations of such terms and other similar expressions. Forward-looking statements inherently involve risks and uncertainties that could cause actual results to differ materially from those predicted in such statements, including changes in demand for PepsiCo's products, as a result of changes in consumer preferences or otherwise changes in laws related to the use or disposal of plastics or other packaging of PepsiCo's products changes in, or failure to comply with, applicable laws and regulations imposition or proposed imposition of new or increased taxes aimed at PepsiCo's products imposition of labeling or warning requirements on PepsiCo's products PepsiCo's ability to compete effectively political conditions, civil unrest or other developments and risks in the markets where PepsiCo's products are made, manufactured, distributed or sold the ability to protect information systems against, or effectively respond to, a cybersecurity incident or other disruption increased costs, disruption of supply or shortages of raw materials and other supplies business disruptions damage to PepsiCo's reputation or brand image loss of, or a significant reduction in sales to, any key customer disruption to the retail landscape, including rapid growth in hard discounters and the e-commerce channel climate change or water scarcity, or legal, regulatory or market measures to address climate change or water scarcity and other factors that may adversely affect the price of PepsiCo's publicly traded securities and financial performance. For additional information on these and other factors that could cause PepsiCo's actual results to materially differ from those set forth herein, please see PepsiCo's filings with the Securities and Exchange Commission, including its most recent annual report on Form 10-K and subsequent reports on Forms 10-Q and 8-K. Investors are cautioned not to place undue reliance on any such forward-looking statements, which speak only as of the date they are made. PepsiCo undertakes no obligation to update any forward-looking statements, whether as a result of new information, future events or otherwise.


Assista o vídeo: o que Tinha nessa Represa IMPRESSIONOU.. despesca (Junho 2022).


Comentários:

  1. Jugal

    Grateful for their assistance in this area, how can I thank you?

  2. Faekasa

    Concordo, essa excelente ideia é necessária apenas pelo caminho

  3. Amoldo

    Eu acho que você está cometendo um erro. Eu posso defender minha posição. Envie -me um email para PM, discutiremos.

  4. Bragal

    Muito bem, foste visitado pela ideia simplesmente magnífica

  5. Cougar

    As propriedades acabam



Escreve uma mensagem